Sunday, 5 July 2009

Somos seres condicionados?

Em um dos nossos primeiros encontros falamos de como somos condicionados à figura do diretor. De como nosso pensamento teatral gira em torno dele.

E minha avaliação no final do processo é de como é difícil escapar desse condicionamento. Este primeiro processo Intuição foi muito valioso para repensarmos as formas de produção entre as áreas e as relações entre elas.

A idéia inicial era de que os diretores de arte Intuição através de suas propostas provocassem a encenação, não apenas atendendo a demanda, mas criando-as também. E que suas propostas chegassem não como algo fechado e definido no final do processo, mas viessem alimenta-lo.

E o que aconteceu não foi muito diferente das montagens que se seguem: o elenco esperando propostas que não chegavam, e como sabemos, a sala de ensaio é viva e as idéias se renovam a cada dia, e quem não se prepara para ela é obrigado a correr.

Diante desse fato, e dos prazos que precisavam ser cumpridos, diretores de arte passaram a atender as demandas, não deste ou daquele, mas da sala de ensaio.

A partir daí, qualquer proposta para os atores, que não viesse do diretor de cena, não era aceita como valida. Lembrando que na estrutura Intuição, diretores de arte, dramaturga e diretor de cena podem propor igualitariamente, não há uma hierarquia a obedecer.

Infelizmente, por inexperiência da equipe Intuição nesse formato de projeto, a condução dos trabalhos não aconteceu como proposto. Nem todos traziam na bagagem a experiência com processos colaborativos.

Felizmente, como nesse tipo de empreitada o processo é tão válido quanto o resultado, fica como saldo a experiência obtida.

EXEMPLO PRÁTICO

Quando convidei Bete Dorgam para dirigir o texto fiz um único pedido:
- Bete, gostaria que o espetáculo começasse com a trupe chegando do lado de fora do teatro em um carrinho, iguais aos que vi em Londres, e que a cena da Lurdinha se despedindo fosse no mesmo carrinho também do lado de fora. Porque essas foram as imagens que deram origem à peça.
- Sim. Claro. Vamos fazer.

Os ensaios foram passando e nada do tal carro aparecer. Bete esqueceu o pedido e montou a cena dentro de outra concepção. Eu desconhecendo o fato, proponho um exercício pensando no carrinho como um presente e ele foi recebido como uma imposição que destruia a concepção que eles tinham da cena.

Falhas na comunicação e na abordagem.

video

Cabe ressaltar, que quando convidei uma outra profissional para dirigir o espetáculo não foi por falta de concepções, muitas cenas nascem prontas na cabeça do dramaturgo. Mas abrir mão dessas concepções foi um exercício maravilhoso.

Aconselho!

P.S: Dani Biu neste dia estava doente. Agradeço por ter se jogado.

AGRADECIMENTOS mais do que especiais à DREAM BIKE, ao Sr. Sérgio e sua família que além do trabalho lindo que realizam para os portadores de necessidades especiais, apoiaram este projeto doando a bicicleta família. http://www.dreambike.com.br/

Friday, 15 May 2009

ILUMINAÇÃO em processo

1o. workshop de Iluminação

14.05.2009 - Espaço Matilde

OBRIGADA MATILDEEEEEE!!!!!!!

video video

video

FIGURINO em processo

PROPOSTA DE FIGURINO PARA A DROMÁTICA COMÉDIA CIRCENSE por Rita Benitez

A pesquisa que executo há anos é baseada na intervenção que o figurino tem com a cenografia e iluminação.
Neste projeto em especial, o figurino interage com a iluminação através de projeções, alterando a cor e criando estampas. Em certos momentos a luz é projetada através de alguma parte do figurino tornando-o o foco de luz.

1o. Workshop de Figurino

11.05.2009 - Ana Rosa (sala de ensaio)
video
video
video

14.05 no workshop de iluminação - testando proposta de figurino
video









CENOGRAFIA em processo


A proposta dos painéis foi apresentada nos primeiros meses do projeto, no entando os atores tiveram acesso a eles apenas em junho. E foi só coloca-los para experimentar, que as cenas saltaram. E assim, equipe inteira dialogando com o cenário, continuaram criando, juntos. Só através dessa experimentação foi possível saber o que funciona e o que não funciona e continuar pensando em soluções práticas para viabilizar as concepções.

E foi a partir daí que o cenário começou a fazer parte da encenação.
E a idéia é essa, que a proposta seja apresentada e experimentada. E que os demais a potencializem encontrando novas possibilidades e não apresentando outra proposta partindo da inicial.
A idéia não é reconstruir a partir de algo já construído, a proposta é colorir o esboço, cada um usando as tintas que possui.

Aqui improvisos, para convencer um suposto dono do circo, aqui representado pelo nosso cenógrafo Waringer, ops, Wagner.

video
video
video
video

E aqui experimentando os painéis em cena do espetáculo

video
video

Tuesday, 12 May 2009

CONTATO

producao@intuicaoemcena.com.br

www.intuicaoemcena.com.br

PATROCÍNIO E APOIOS


a trupe da "drOmática"

Laboratório de máscaras coordenado por Daniela Biancardi.

ELES POR ELES MESMOS


Esta é a apresentação "pra valer", mas a outra ficou tão boa que tive que publicar.

video
video

os drOmáticos






























a diretora da "drOmática"


Bete Dorgam é formada na Escola de Arte DrOmática, ops, quero dizer, Arte Dramática de São Paulo (EAD-USP). Fez mestrado em Comunicação Social e doutorado em Artes Cênicas na ECA-USP, com uma tese sobre a máscara do clown no processo do ator. Estudou na Universidade de Navarra na Espanha e pesquisa a linguagem do clown desde 1991.
É professora, palhaça, atriz e diretora de teatro.

a peça - "a drOmática comédia circense"


Com a passagem de um circo, Lourdes, agora adulta e longe de sua cidade, relembra a infância e a chegada do primeiro circo na sua cidade natal. Suas lembranças se materializam e são reveladas ao público. A história que ela irá contar é a do circo que tinha como atração principal uma árvore no picadeiro. Dois símbolos aparentemente antagônicos - um representando o nomadismo (picadeiro), o outro o sedentarismo (a árvore) - unidos no mesmo número.



Este texto foi desenvolvido a partir do projeto "Vagar não é preciso", que abordava o tema do homem em trânsito, do seu desejo de mudança contrapondo-se a sua resistência à ela.


-Texto premiado em 2007 no concurso Feminina Dramaturgia promovido pelo Studio 184.
- Projeto Financiado pelo PROAC 2008 (Secretaria Estadual de Cultura) para Montagem de Espetáculo Inédito.
- Estréia prevista para Agosto de 2009.

iluminação - Erike Busoni















Atuou nos seguintes espetáculos como iluminador: (criação e operação)

ESPETÁCULO: O Pequenino Grão de Areia - 1994
DIREÇÃO: Carlinhos Lira

ESPETÁCULO: Vidas Secas – 1994
DIREÇÃO: Carlinhos Lira

ESPETÁCULO: A Vida É Mesmo Assim... – 1995
DIREÇÃO: Marcel Luiz
(Conquistando o Prêmio de Melhor Iluminação – Festival de Teatro de São Caetano do Sul)

ESPETÁCULO: Garotos de Aluguel
DIREÇÃO: Carlinhos Lira - 1996

ESPETÁCULO: Mãe D’Água
DIREÇÃO: Carlinhos Lira – 1996


ESPETÁCULO: Coração de Vidro
DIREÇÃO: Malú Marques – 1996

ESPETÁCULO: Via Crucis, A Paixão (Ao ar livre) – Evento de grande porte no Espaço Verde Chico Mendes onde foi realizado o Show “Amigos” da Rede Globo.
DIREÇÃO: Carlinhos Lira – 1998

ESPETACULO: Senhora Dos Afogados
DIREÇÃO: Marco Antonio Rodrigues – 1998 (Operação)

DESFILE: Pueri Domus Escolas Associadas – São Caetano do Sul - 1999

ESPETÁCULO: Sobre Antígone, Sob Sófocles
DIREÇÃO: Marco Antonio Rodrigues - 1999


ESPETÁCULO: Hipólito, Uma Tragédia
DIREÇÃO: Marcelo Lazzaratto – 1999

ESPETÁCULO: Leonce e Lena
DIREÇÃO: Marco António Rodrigues – 1999
(Conquistando o prêmio de melhor iluminação no Festival Nacional de Teatro de Guarulhos)

ESPETÁCULO: Via Crucis, A Paixão – (Ao ar livre) (Espetáculo de grande porte no Espaço Verde Chico Mendes em São Caetano do Sul)
DIREÇÃO: Carlinhos Lira - 2000

ESPETÁCULO: Missa Leiga
DIREÇÃO: Marco António Rodrigues – 2000
(Conquistando o prêmio de melhor iluminação no IX Festival de Teatro da Universidade São Francisco)

ESPETÁCULO: 15 Atores a Procura de Um Papel
DIREÇÃO: Cleyde Yaconis - 2000

ESPETÁCULO: Estado de Sítio
DIREÇÃO: Marcelo Lazzarato – 2000

ESPETÁCULO: As Troianas
DIREÇÃO: Nidia Lycia - 2001

ESPETÁCULO: Maratona Mundial de Dança
DIREÇÃO: Marcelo Lazzarato - 2001

ESPETÁCULO: Os Azeredos mais os Benevides
DIREÇÃO: Marco Antonio Rodrigues – 2001

ESPETÁCULO: Vem Buscar-me Que Ainda Sou Teu
DIREÇÃO: Nelsom Baskervile - 2001

ESPETÁCULO: O Rei do Brasil
DIREÇÃO: Renata Zaneta - 2001

ESPETÁCULO: O Cadjo Aprendiz
DIREÇÃO: Renata Rhanetta – 2002

ESPETÁCULO: Por Detrás da Porta
DIREÇÃO: Ariela Goldman – 2002

ESPETÁCULO: Comédia Da Vaidade
DIREÇÃO: Marcelo Lazzaratto – 2003

ESPETÁCULO: Otelo
DIREÇÃO: Marco Antonio Rodrigues – 2003 ( Indicado ao Prêmio SHELL de 2003)

ESPETÁCULO: Todas Elas
DIREÇÃO: Nicole Aun – 2003 (Melhor Iluminação Festival de Ribeirão Pires)

ESPETÁCULO: O Auto do Circo
DIREÇÃO: Renata Zhaneta - 2004

ESPETÁCULO: Dorotéia
DIREÇÃO: Marco Antonio Brás – 2004

ESPETÁCULO: Zé
DIREÇÃO: Marco Antonio Rodrigues - 2004

ESPETÁCULO: Alice, do Céu ao Apocalipse
DIREÇÃO: Nelson Baskervile – 2004

ESPETÁCULO: Vidas Secas
DIREÇÃO: Erike Busoni – 2004 (Prêmio de Melhor Iluminação Festival de Pirassununga)

ESPETÁCULO: Cordão Umbilical
DIREÇÃO: Beto Silveira – 2005

ESPETÁCULO: O Cara Que Dançou Comigo
DIREÇÃO: Marco Antonio Rodrigues – 2005

ESPETÁCULO: (A)tentados
DIREÇÂO: Roberto Lage – 2005

ESPETÁCULO: Ciculo de Giz Caucasiano
DIREÇÃO: Marco Antonio Rodrigues - 2005

ESPETÁCULO: As Quatro Estações – Dança
DIREÇÃO e COREOGRAFIAS: Magali Costa e Joyce ZanLuchi - 2006

ESPETÁCULO: Quarto de Estudante
DIREÇÂO: Paulinho Vilhena e Raoni Carneiro – 2006

ESPETÁCULO: Romeu e Julieta Segundo a Matilde
DIREÇÃO: Erike Busoni - 2006

ESPETÁCULO: Circo Teatro
DIREÇÂO: Fernando Neves – 2006

ESPETÁCULO: Fedra
DIREÇÃO: Suzana Aragão - 2006

ESPETÁCULO: Mafalda
DIREÇÃO: Nelson Baskerville - 2006

ESPETÁCULO: Pecados da Capital
DIREÇÃO: Ednaldo Freire - 2006

ESPETÀCULO: Cine e Dança - Dança
DIREÇÂO e COREOGRAFIAS: Magali Costa, Tatiana Ciccacio e Joyce Zanluchi - 2007

ESPETÁCULO: Infinita Comédia
DIREÇÂO: Ulisses Cohn – 2007

ESPEÁCULO: O Mambembe
DIREÇÃO: Marco Antonio Braz – 2007

ESPETÁCULO: Histórias dos Amores Difíceis
DIREÇÂO: Tatiana Rehder – 2007

ESPETÁCULO: A Mesa já Está Posta
DIREÇÃO: Fernando Nitsh - 2007

ESPETÁCULO: O Que Refletem Esses Pedaços
DIREÇÃO: Nicole Aun – 2007

ESPETÁCULO: Terra
DIREÇÂO: Erike Busoni - 2007

ESPETÁCULO: Caldé
DIREÇÂO: Marcelo Lazzaratto - 2008

ESPETÁCULO: Álbum de Retratos
DIREÇÂO: Gustavo Trestini - 2008

ESPETÁCULO: Eu Frederico Garcia Lorca Serei Assassinado Assim Que se Passarem Cinco Anos
DIREÇÂO: Ruy Cortez - 2008


Atualmente é iluminador do TEATRO ESCOLA CÉLIA HELENA – SP, desde 1998
Responsável pelas formaturas de teatro e dança da Faculdade ANHEMBI MORUMBI – 2004 e 2